Início Liga As ofertas ‘polémicas’ do FC Porto ao Vila Real antes da Taça

As ofertas ‘polémicas’ do FC Porto ao Vila Real antes da Taça

2164
0
COMPARTILHE

É já nesta sexta-feira que o FC Porto regressa à competição, depois da pausa para compromissos internacionais. Com o final do período para as seleções, o FC Porto recomeça a competição com a terceira eliminatória da Taça de Portugal, em Vila Real.

No Monte da Forca, a equipa local vai receber os campeões nacionais em casa. Ao contrário de Benfica e Sporting, o FC Porto vai mesmo jogar na casa do seu rival, mas não sem fazer algumas mudanças, que para muitos, se estão a revelar polémicas.

O FC Porto fez um acordo com Francisco Carvalho, o presidente do Vila Real que passa pelo sistema de iluminação, manutenção do relvado e ainda cedência da receita completa para os da casa.

Inicialmente, o FC Porto teria aceitado as condições inferiores de um campo nada habituado a receber clubes da dimensão dos portistas. E teria sido esse o motivo para o jogo não ser transferido para nenhum outro estádio.

No entanto, depois disso, o FC Porto teria imposto algumas condições, prontamente aceites pelo Vila Real. Como o Monte da Forca só tem capacidade para quatro mil espetadores, o Vila Real cedeu 1300 desses lugares ao FC Porto, com o compromisso de que a receita será toda para a equipa da casa.

E depois, o Vila Real comprometeu-se a não treinar no relvado do Monte da Forca até ao dia de jogo, relvado esse que está a cargo da empresa que mantém o tapete do Dragão, para que tudo decorra sem problemas.

Comentários